sexta-feira, 29 de julho de 2011

Melhore sua autoestima com Pedras, Cristais, Florais e Reiki

FAÇA AS PAZES COM VOCÊ MESMO.

Como você se sente na sua própria pele? Você está bem sendo você e tendo esse corpo físico?
Se você respondeu sim, sua autoestima é alta. E dependendo de uma maior ênfase na sua resposta, muito provavelmente você chama a atenção por onde passa. Eu diria que "brilha de dentro para fora". O contrário também é verdadeiro. Quanto mais baixa a sua autoestima, menos "brilho", mais conflitos emocionais e mentais.
O que você sente e pensa é mais importante para a sua autoestima do que seu físico, a sua aparência. "O que você sente e pensa é mais importante para a sua autoestima do que seu físico, a sua aparência. " A autoestima influi no modo que nos vemos e que achamos que os outros nos vêem. E isso se reflete na vitalidade e energia que colocamos no nosso dia-a-dia. Impacta diretamente no desejo e vontade de viver, alcançar outros patamares, enfrentar desafios e experienciar o presente.
A busca pela felicidade e pelo bem-estar começa pela satisfação e dedicação à pessoa mais importante: você. Trabalhar a autoestima é colocar-se como prioridade. É polir e dar "brilho" à sua própria vida.
Mas como fazer? Aos poucos, eu diria. É um trabalho de conquista. Quando estamos interessados de verdade por alguém, nós nos cuidamos, certo? Cuidamos da aparência, do que falamos, da alimentação, nutrimos pensamentos bons e procuramos dar nosso melhor, nosso melhor ângulo. Não queremos um "caso passageiro", queremos o amor. Só que nesse caso o alvo dessa conquista somos NÓS!
Se para você dar o seu melhor é preciso arrumar a casa, ou seja, aí dentro, vamos lá! E se não der conta sozinho(a), qual é o problema de pedir ajuda? Temos várias técnicas que nos ajudam a nos ajudar... Os florais são uma ótima "arrumadeira", as Pedras e Cristais são ótimos "nutricionistas" e o Reiki adora dar brilho e mostrar seu melhor eu.
Escolha o ajudante que mais lhe agrada, ou mesmo todos, e vamos ao trabalho:

TERAPIA FLORAL
O objetivo da terapia floral é o equilíbrio das emoções em níveis vibratórios sutis, buscando a consciência plena de seu mundo interior e exterior. Essa terapia floral utiliza-se de compostos energéticos chamados essências florais, que são indicados para trabalhar emoções específicas.
Para quem gosta da terapia floral, o melhor é escolher um terapeuta que lhe indique um floral que tenha afinidade especificamente com esse momento da sua vida. Entre os florais que ajudam a melhorar a autoestima estão Crab Apple, Centaury, Gentian, Larch e Mimulus.

REIKI
Reiki é uma técnica japonesa de canalização de energia, passada através do toque das mãos para a harmonização dos corpos físico, emocional, mental e energético. A energia Reiki focaliza na causa e não no sintoma. Equilibra e energiza, levando a uma maior harmonia. No momento da terapia, o reikiano aplica a energização no corpo inteiro da pessoa, mas no caso de alguém com baixa estima, focar a aplicação no chakra do umbigo (Plexo Solar) ajuda bastante.

PEDRAS E CRISTAIS
Na Geoterapia o citrino é uma das melhores pedras para lidar com a autoestima. O nome vem de "citrus", que em grego antigo significava a pedra de limão. É associada ao chakra do umbigo ou plexo solar. Sua energia assemelha-se à do sol, que aquece, conforta, penetra, energiza e dá vida. O citrino destina-se a digestão e a assimilação psíquica. Sua energia auxilia a transformar os eventos da vida, colocá-los em ordem e livrar-se do supérfluo. Atua como um depurador de toxinas de todo o organismo. Por manifestar-se com firmeza, transfere esse senso de certeza interior, ajudando as pessoas que necessitam de confiança e segurança.

APRENDENDO A CRIAR AFINIDADE COM O CITRINO
Coloque-se em uma posição confortável, em um lugar tranqüilo. Pegue seu citrino e olhe detalhadamente por algum tempo, até ser capaz de fechar os olhos e "vê-lo" em todos os seus detalhes. Assim que conseguir isso, comece a relaxar fisica e mentalmente. Respire profundamente e vá deixando os pensamentos fluirem sem querer apagá-los ou detê-los.
Quando tiver alcançado um nível razoável de relaxamento, "veja" o citrino em pensamento. Dentro de uma contagem de 1 a 7 ele vai crescendo dentro da sua visualização, até ficar do tamanho de uma montanha.
Assim que vizualizar esse tamanho, você vai para a superfície da pedra e a explore, percorra-a por fora e se encontrar algum caminho por dentro também. Assim que ficar satisfeito com suas explorações, volte ao lugar onde começou e conte novamente de 1 a 7, mas dessa vez ela diminuirá até o tamanho normal. Respire profundamente algumas vezes e movimente-se delicadamente para voltar ao estado de alerta normal, e abra os olhos.
Escreva tudo o que viu, ouviu ou sentiu durante sua visualização.

Autor: Simone Kobayashi

segunda-feira, 25 de julho de 2011

REMÉDIOS FLORAIS PARA AINIMAIS

Para quem imaginou que floral era coisa apenas para ser humano, se enganou! Não só o uso dos florais está sendo difundido na medicina alternativa como, também, suas finalidades estão se estendendo aos animais.
Os adeptos a terapia floral não só estão aumentando, como também consideram o tratamento eficaz aos seus bichos de estimação.
Não é nenhuma novidade dizer que os cachorros refletem muito o estado emocional do dono, principalmente porque essa conexão entre eles se estabelece por meio das interações “energéticas” que trocam em matilha. Sendo assim, muitas vezes os animais funcionam como elementos catalisadores, sendo expostos a todo tipo de energia positiva e negativa que seu dono pode lhe proporcionar. Portanto, os cães podem precisar tanto de tratamento para seus próprios problemas psicológicos como, também, podem ter que se tratar em parceria com seus donos para refrear problemas não advindos deles mesmos.
Pessoas que convivem com animais não têm dúvidas de que eles possuem estados emocionais e sentimentos. 

O veterinário Richard Pitcairn (1983) diz:
 “ Não existe dúvida na minha mente de que os animais apresentam o mesmo leque de emoções que as pessoas: amor, medo, raiva, tristeza e assim por diante”.
     
Os animais tendem a ser mais observadores do que os humanos e com isso é comum  reagirem e imitarem os comportamentos de seus donos. 

Quem nunca ouviu que os animais são iguais aos seus donos ?
Portanto o comportamento do animal de estimação reflete muito o ambiente em que vive e as atitudes e ações dos donos.  Concordamos então que o tratamento do dono é tão fundamental quanto o tratamento do animal.
Consegue-se administrar florais para todos os tipos de animais, os quais costumam responder muito mais rapidamente ao tratamento que o próprio ser humano. Suas gotas podem ser colocadas diretamente na boca ou misturadas a água. Em alguns tipos de animais elas podem ser aplicadas diretamente na pele, de preferência na região do pescoço.
O diagnóstico é feito da mesma maneira que nos humanos. O ideal, na indicação do floral, é estudar a herança genética, o parto, infância, relacionamento com os donos e avaliação clínica do animal. Entretanto, nem sempre temos acesso a tais informações, o que não nos impede de estabelecer esse diagnóstico apenas observando o comportamento do animal e do proprietário, que pode revelar pistas bastante valiosas.
 A essências florais irão restaurar o equilíbrio e harmonia do animal. Deve se fazer uma avaliação objetiva, sistemática e cuidadosa do comportamento do animal e das situações em que ele ocorre. Há uma lista de essências e de acordo com esta avaliação escolhe-se uma ou um conjunto de essências.

Desde os primeiros dias de remédios florais, o Dr. Edward Bach deixou claro que ele viu esta terapia iria beneficiar todos os seres vivos, e assim os animais sempre foram uma parte do desenvolvimento remédio flor. 

Animais domésticos e selvagens são altamente sensíveis, muitas vezes altamente inteligentes, seres com capacidades bem desenvolvidas emocional, e eles podem se beneficiar muito de remédios florais para ajudá-los através de todos os transtornos que podem acontecer muitos deles em suas vidas. Na verdade, porque eles são livres de todo o lixo emocional, falsas crenças, ganância e inveja que os seres humanos sofrem, eles geralmente respondem mais rápido e melhor para remédios florais do que muitas pessoas fazem. 

Cães, cavalos, gatos e aves respondem maravilhosamente com eles, e até mesmo o 'menor' animais que mantemos como animais de estimação, como roedores, répteis e peixes, podem ser ajudados com problemas emocionais e traumas ainda que geralmente não creditá-los com muito na maneira de "emocional" faculdades.

Alguns distúrbios que podem ser tratados com as essências florais:

             Hiperatividade
             Agressividade
             Estresse
             Medo
             Polifagia
             Animais ruidosos
             Coprofagia
             Alergias

Remédios florais servem várias áreas-chave da terapia animal e cuidados, incluindo:

• Ajudar na aprendizagem e habilidades cognitivas
• Medos, fobias e ansiedades
• Perda da centelha vital, confiança e alegria de viver
• Recuperação da cirurgia e da doença
• Resgate e reabilitação de animais traumatizados ou maltratados

É importante perceber que muitos problemas comportamentais em animais domésticos são atribuíveis a outros fatores e pode não ser questões sob a jurisdição adequada dos remédios florais. Se, por exemplo, um cão tornou-se agressivo, pode ser um erro de julgar este puramente como um problema emocional. Poderia ser um problema médico, e, portanto, remédios florais seria o caminho errado para ir sobre seu tratamento. Tenha certeza absoluta que, consultando o veterinário, que não há nada fisicamente errado que poderia estar causando dor e / ou sofrimento.
Segundo, os comportamentos podem ser pelo menos parcialmente uma questão de treinamento. Remédios florais podem ajudar com re-treinamento um animal mal treinados, mas não em todos os casos trazer uma cura satisfatória todos por conta própria. Isso porque, se você deu o seu cão a impressão de que é OK para rosnar para visitas ou morder o gato, ele não está sofrendo um desequilíbrio emocional ao fazê-lo, mas apenas se comportando como um cachorro! Quando se trata de tratar questões mais puramente emocionais, tais como os efeitos negativos dos maus-tratos ou medo grave, remédios florais podem ser usados ​​mais por conta própria e muitas vezes alcançar resultados espetaculares.
Assumindo que o problema é um caso de remédios florais, em primeiro lugar, e que os remédios certos, foram selecionados e devidamente administrada, os resultados positivos são geralmente vistos dentro de duas a três semanas, e às vezes muito mais cedo do que isso. Naturalmente, os resultados dependem de cada animal ea natureza e gravidade do problema para o qual ele está sendo ajudado

Administração de remédios florais para animais

Remédios florais são fáceis de administrar a animais. Eles podem ser adicionados aos alimentos ou água potável, sem comprometer a sua eficácia. A dose usual é de quatro gotas de cada remédio. Outras formas de administrar remédios incluem colocar as gotas na sua mão e deixar o animal lamber-los. Remédios adicionados pequenos pedaços de pão ou biscoito absorvente fazer lanches ou excelentes recompensas de treinamento.
A cautela de segurança apenas em usar remédios florais com animais é: sob nenhuma circunstância administrar gotas direto da conta-gotas na boca de um animal . Isto não é devido a nada nos remédios, mas ao fato de que o tubo conta-gotas é feita de vidro fino e pode ser extremamente prejudicial se abocanhado e engolido. Os autores nunca ouviu falar de um caso de um animal ser prejudicado desta forma, mas é essencial para seguir essa regra de segurança.

Situações agudas e de emergência
Ao tratar os animais para choque aguda, trauma, terror, etc, remédios florais podem ser dadas com mais freqüência do que a dose acima. Gotas ou sprays pode ser dada como necessária, talvez a cada poucos minutos até que o animal começa a se acalmar.
 
Em caso de dúvida, ou se você acha que o animal está ferido ou na dor, chame o veterinário imediatamente. Animais que se tornaram incontroláveis ​​ou agressivo de repente, sem motivo aparente pode ter algo de errado com eles que requer atenção veterinária urgente, e nestes casos remédios florais não devem ser consideradas como um substituto para cuidados médicos.

domingo, 24 de julho de 2011

CHAKRAS


Os chakras são centros energéticos coloridos, redondos e são responsáveis pelo fluxo energético do nosso corpo.
A principal função dos chakras é absorver energia universal metabolizá-la, alimentar nossa aura e finalmente emitir energia para o exterior.
Quando estamos em sofrimento físico ou emocional, é através dos chakras que perdemos energia, pois cada chakra está relacionado a uma determinada área de nosso corpo.
Por exemplo, quando estamos deprimidas, a nossa aura fica mais carregada, mais escura e quando mais alegre mais brilhante e luminosa. Quando triste, o campo energético se torna mais aberto o que facilita a entrada de energias ruins em nosso campo, podendo levar-nos a doença. Por isso é muito importante cuidarmos de nossas energias tendo sempre bons pensamentos, atitudes e não se esquecer de realizar técnicas de meditação onde ajuda na limpeza e equilíbrio de nossas energias.
Existem 07 chakras principais e estão localizados da base da coluna ao topo da cabeça. Dos 07 chakras dois tem apenas um vórtice de acesso (básico e coronário), enquanto ou outros são duplos, apresentando vórtices anteriores e posteriores (frente e costas). A aura humana está ligada a estes 07 chakras. O perfeito funcionamento destes chakras está ligado a nossa perfeita saúde, e a abertura de todos os níveis é sinal de evolução.
O tamanho dos chakras está diretamente relacionado com desenvolvimento espiritual e das vibrações que emitimos, em pessoas espiritualmente desenvolvidas, atingem o tamanho de 20 cm de diâmetro, canalizando maior quantidade de energia vital, facilitando o desenvolvimento das faculdades psíquicas e em pessoas extremamente materialistas, de vibrações baixas e primitivas, apresentam-se escuros, opacos e com diâmetro reduzido.
Os chakras estabelecem-se nos canais energéticos, mais precisamente na intersecção dos fluxos energéticos conhecidos como meridianos.
Cada chakra tem uma cor relacionada com sua aura correspondente que deriva da frequencia de vibração do mesmo chakra, cada qual vibra com um som ou mantra que corresponde a uma nota musical e também se relaciona a um elemento natural (fogo, água, terra e ar).

segunda-feira, 11 de julho de 2011

CRISTAIS

        O uso dos CRISTAIS como instrumento de cura, de vidência e de abordagem mágica é conhecido desde a mais antiga das culturas e expande-se em nossos dias por todo o planeta. E, quando as energias do quartzo se unem às nossas, cria-se uma nova combinação de força vibracional que nos auxilia a elevar nossas frequências a níveis superiores de percepção.
           Os cristais de quartzo são condutores naturais de energia eletromagnética, sendo tecnologicamente usados em computadores, instrumentos de precisão e equipamento de tele comunicações. Cada um de seus elétrons produz um campo de força e um fluxo regular de energia eletromagnética que se move livremente pela estrutura do cristal, o que é possível por sua configuração molecular de triângulos equiláteros em espiral. A energia então absorvida pelo corpo do cristal é projectada por sua(s) extremidade(s), podendo ser estimulada pelo calor do corpo, pelo sol, em contato com outros cristais, por alguns metais e também por mentalizações programadas.
           Este efeito consistente o transforma no melhor instrumento para a criação de um equilíbrio harmonioso entre nosso físico e nosso espiritual. Pode nos ajudar a realinhar qualquer energia em desequilíbrio e remover bloqueios que impedem o consciente de absorver energias superiores.
Limpeza do Cristal
          A limpeza de um cristal, faz com que todas as energias por ele absorvida sejam descarregadas. Até chegar em nossa mãos, desde a sua mineração, o cristal já passou por várias experiências e acumulou cargas energéticas de todos os tipos.
         Cristais gostam de ficar expostos a luz, precisam de luz para funcionar. Não gostam de ficar escondidos no armário, ou em lugar muito fechado.
         Existem vários métodos de limpeza de um cristal aplicáveis a quase todos (é indispensável ao interessado no estudo dos cristais pesquisar as exceções), aqui vai os mais utilizados:
1- Água e Sal Grosso
Coloque num vidro transparente com água e sal grosso. Deixe por no mínimo 3 horas, ou pelo tempo que sua intuição determinar. Ao retirar, lave o cristal na água corrente da pia, mantendo tanto quanto possível virado para baixo.
2 -Defumação
Acenda um incenso de sua preferência, passando a fumaça por todo seu cristal, pelo tempo que achar necessário.
3 - Sopro
Mentalize uma luz branca, ou violeta e sopre seu cristal, com a clara intenção de limpá-lo e de tirar toda energia negativa. Inspire luz branca e/ou violeta e expire pela boca sobre o cristal.
4 - Chuva
Deixe seu cristal sob chuva forte. É ótimo método de limpeza.
5 - Reiki
Através da simbologia específica aplicada aos cristais

Métodos de Energização dos Cristais
- Sol: Deixe seu cristal após ter sido lavado e limpo, diretamente na luz do sol, de preferência na parte da manhã até ao meio-dia.
- Lua: Se quiser energizar seu cristal de forma mais intuitiva, deixe o cristal diretamente exposto à luz da lua crescente ou cheia, durante a noite toda.
- Sol e Luz: Coloque seu cristal exposto à luz durante toda noite e depois, ao sol até ao meio-dia. É um tipo de energização bastante forte e completa.
- Terra: Como os cristais provêm da terra, também se energizam em contato com este elemento. Para isto, basta enterrá-lo por um período mínimo de 3 horas e máximo de 24 horas.
- Tempestade: Outra forma poderosa de energizar seu cristal é esperar a formação de uma tempestade, com bastante vento , chuva, raios e trovões e colocá-lo exposto a esta energia.
- Energização com as Mãos: Coloque seu cristal entre suas mãos e gire-o até esquentar, mentalizando passagem de energia de suas mãos para o cristal. Utilize também o método do sopro juntamente com este.
               Estes são basicamente os procedimentos “padrão”, reconhecidos por diferentes culturas em relação à manipulação inicial dos cristais.
ALGUMAS INFORMAÇÕES INTERESSANTES SOBRE OS CRISTAIS
 CRISTAIS DA ALEGRIA: Por sua posição planetária, a alta frequência vibratória em relação à terra, estimulam o riso, a voz, as mãos e os pés. Entre eles encontramos o citrino, o quartzo rosa e o quartzo transparente.
CRISTAIS DA FELICIDADE: São os que pela sua coloração, posição planetária, situação em respeito ao Universo, influem positivamente em nosso estado de ânimo. Relacionam-se com o coração, com a pele, com os olhos e sua vibração alcança frequências que emanam felicidade interior. São características do rubi, da granada e do âmbar, entre outros.
CRISTAIS DA TRANQUILIDADE: Possuem uma frequência baixa de lenta evolução, de coloração escura, atuando sobre os ombros, pernas e pâncreas, de forte atuação na circulação sanguínea. É o caso da hematita.
CRISTAIS DA BONDADE: Pela sua capacidade expansiva, hospedam diferentes vibrações de cores em sua etapa evolutiva, dando espaço de integração a várias frequências planetárias. Atuam sobre o sistema circulatório e motriz. Entre estes cristais destacam-se as Ágata.
CRISTAIS DA PUREZA: São de coloração branca ou transparentes e de alta frequência universal. Atuam no umbigo, nos dedos, nas mãos e no tato. O ônix branco, raro, é um destes cristais.
CRISTAIS DO TRABALHO OU SERVIÇO: São cristais muito energéticos, capazes de atrair energias universais e estão relacionadas a todas as etapas da evolução humana. Atuam sobre o aparelho digestivo, coluna vertebral, sistema respiratório e músculos, e trazem grande prosperidade ao trabalho. Estes são a opala, o jade e a pirita.
CRISTAIS DA ESPIRITUALIDADE: São os cristais que mantém altas vibrações com o Sol Central do sistema, em todos os níveis. Estes cristais sublimam os aspectos mais nobres do ser em desenvolvimento interior. Atuam sobre a terceira visão e proporcionam grande luz interior à intuição e desejos elevados. Suas propriedades estão relacionadas às glândulas tiróide, pituitária e timo. São a esmeralda, a turquesa e o lápis-lazuli.
                A partir do uso quotidiano dos cristais e do domínio da interrelação energética e da sua decodificação nos diferentes momentos de uso, passamos a ter uma leitura do universo que nos rodeia bem mais precisa e nítida. É aí que começa o verdadeiro uso MÁGICO dos cristais, porque se revela totalmente pessoal, onde nossa personalidade passa por um processo de mutação altamente positivo, porque acrescida das qualidades cristalinas. Isto é percebido através do aumento e velocidade das capacidades intuitivas e perceptivas, pelo desenvolvimento da sensibilidade artística da desenvoltura cada vez maior em se expressar de forma natural e autêntica em qualquer meio e num acumulo de poder energético extraordinário e saudável.

quarta-feira, 6 de julho de 2011

Acupuntura e REIKI agora têm explicação científica

Pesquisadores avaliam efeitos e mecanismo de terapias alternativas em animais de laboratório

Ricardo Monezi testou o Reiki em ratos com câncer

Pesquisas recentes comprovam efeitos benéficos e até encontram explicações científicas para acupuntura e reiki. Estudos sobre o assunto, antes restritos às universidades orientais, ganharam espaço entre pesquisadores americanos, europeus e até brasileiros. Recentemente, a Organização Mundial de Saúde (OMS) criou uma denominação especial para esses métodos: são as terapias integrativas.
Um artigo exmecanismo da acupuntura contra a dor foi publicado por pesquisadores da Universidade de Rochester na revista Nature Neuroscience. Criada há quatro mil anos, a prática consiste na aplicação de agulhas em pontos do corpo. Pela explicação tradicional, ela ativa determinadas correntes energéticas para equilibrar a energia do organismo.

Cientificamente, as agulhas teriam efeitos no sistema nervoso central (cérebro e espinha dorsal). As células cerebrais são ativadas e liberam endorfina, um neurotransmissor responsável pela sensação de relaxamento e bem-estar. O estudo dos nova-iorquinos descobriu uma novidade: a terapia, que atinge tecidos mais profundos da pele, teria efeitos no sistema nervoso periférico. As agulhas estimulam também a liberação de outro neurotransmissor, a adenosina, com poder antiinflamatório e analgésico.
No experimento com camundongos com dores nas patas, cientistas aplicavam as agulhas no joelho do animal. Eles constataram que o nível de adenosina na pele da região era 24 vezes maior do que o normal e que houve uma redução do desconforto em dois terços.

A equipe tentou potencializar a eficácia da terapia, colocou um medicamento usado para tratar câncer nas agulhas. A droga aprimorou o tratamento: o nível de adenosina  e a duração dos efeitos no organismo dos aniamis praticamente tripliquase triplicou e o tempo de duração dos efeitos no organismo dos ratos também triplicou. Mas este método não poderia ser feito em humanos porque o medicamento ainda não é usado clinicamente. “O próximo passo é testar a droga em pessoas, para aperfeiçoá-la ou para encontrar outras drogas com o mesmo efeito”, diz Maiken Nedergaard, coordenadora do estudo.

Reiki
Seus praticantes acreditam nos efeitos benéficos da energia das mãos do terapeuta colocadas sobre o corpo do paciente contra doenças. Para entender as alterações biológicas do reiki, o psicobiólogo Ricardo Monezi testou o tratamento em camundongos com câncer. “O animal não tem elaboração psicológica, fé, crenças e a empatia pelo tratador. A partir da experimentação com eles, procuramos isolar o efeito placebo”, diz. Para a sua pesquisa na USP, Monezi escolheu o reiki entre todas as práticas de imposição de mãos por tratar-se da única sem conotação religiosa.

No experimento, a equipe de pesquisadores dividiu 60 camundongos com tumores em três grupos. O grupo controle não recebeu nenhum tipo de tratamento; o grupo “controle-luva” recebeu imposição com um par de luvas preso a cabos de madeira; e o grupo “impostação” teve o tratamento tradicional sempre pelas mãos da mesma pessoa.
 

Depois de sacrificados, os animais foram avaliados quanto a sua resposta imunológica, ou seja, a capacidade do organismo de destruir tumores. Os resultados mostraram que, nos animais do grupo “impostação”, os glóbulos brancos e células imunológicas tinham dobrado sua capacidade de reconhecer e destruir as células cancerígenas.
“Não sabemos ainda distinguir se a energia que o reiki trabalha é magnética, elétrica ou eletromagnética. Os artigos descrevem- na como ‘energia sutil’, de natureza não esclarecida pela física atual”, diz Monezi. Segundo ele, essa energia produz ondas físicas, que liberam alguns hormônios capazes de ativar as células de defesa do corpo. A conclusão do estudo foi que, como não houveram diferenças significativas nos os grupos que não receberam o reiki, as alterações fisiológicas do grupo que passou pelo tratamento não são decorrentes de efeito placebo.

A equipe de Monezi começou agora a analisar os efeitos do reiki em seres humanos. O estudo ainda não está completo, mas o psicobiólogo adianta que o primeiro grupo de 16 pessoas, apresenta resultados positivos. “Os resultados sugerem uma melhoria, por exemplo, na qualidade de vida e diminuição de sintomas de ansiedade e depressão”. O trabalho faz parte de sua tese de doutorado pela Universidade Federal do Estado de São Paulo (Unifesp).

E esses não são os únicos trabalhos desenvolvidos com as terapias complementares no Brasil. A psicobióloga Elisa Harumi, avalia o efeito do reiki em pacientes que passaram por quimioterapia; a doutora em acupuntura Flávia Freire constatou melhora de até 60% em pacientes com apnéia do sono tratados com as agulhas, ambas pela Unifesp. A quantidade pesquisas recentes sobre o assunto mostra que a ciência está cada vez mais interessada no mecanismo e efeitos das terapias alternativas.

Fonte:
http://revistagalileu.globo.com/Revista/Common/0,,EMI152042-17770,00-ACUPUNTURA%20E%20REIKI%20AGORA%20TEM%20EXPLICACAO%20CIENTIFICA.html

terça-feira, 5 de julho de 2011

TERAPIA FLORAL

O que são os Florais?

As essências florais foram descobertas por um médico inglês chamado Edward Bach que impulsionou a desvendar a natureza curativa das flores. Através de seus estudos, Dr. Bach concluiu que para obter a cura, as pessoas precisam se apegar a um objetivo, acreditar em um ideal.

A fim de encontrar harmonia interna, Dr. Bach descobriu que as flores podem libertar sentimentos negativos acumulados na alma humana. Através de sua experiência, Dr. Bach detectou as principais emoções negativas que desequilibram e desarmonizam o ser humano: solidão, medo, desespero, indecisão e outros mais.

São 38 essências florais ao total e uma pessoa pode precisar variar em circunstâncias diferentes.

Como os Florais agem?

Os florais agem de forma a remover todas as energias negativas que encobrem nosso ser em estado puro, divino, atuando exatamente sobre os chakras bloqueados, assim transmitindo para as pessoas o padrão vibratório necessário para que elas se rearmonizem. Desta maneira, fazendo com que todas as energias e sentimentos negativos como a angústia, tensão e outras mais se dissolvam, fazendo com que o físico recupere seu equilíbrio natural, tornando-se mais saudável e menos propenso a doenças.